20 de outubro de 2012

Dia 112 - MLV - Carpe Diem - Ser-se Perfeito

20 de outubro de 2012


MLV - Mente Livre de Vírus

Eu perdoo-me por não me ter aceite e permitido realizar que a VIDA é/está AQUI neste e a cada Momento.

Eu perdoo-me por não me ter aceite e permitido realizar como tudo neste universo está em a ter lugar agora neste momento - e será sempre a cada momento que tudo se irá desenrolar, passo a passo.

Eu perdoo-me por não me ter aceite e permitido realizar como o meu corpo tambem se mantém vivo passo a passo = respiração a respiração. Não só o corpo se mantém vivo a cada momento da respiração, cada célula que compõe o corpo executa a mesma ação metabólica da respiração.

Eu perdoo-me por não me ter aceite e permitido realizar que só a mente é que mente ao nos fazer crer que existimos no passado ou no futuro.

Eu perdoo-me por não me ter aceite e permitido realizar que o meu verdadeiro poder encontra-se Aqui Neste Momento -- é SÓ neste e a cada momento que eu tenho o poder/capacidade de me mudar/expressar/viver!

Eu perdoo-me por não me ter aceite e permitido realizar que a vida existe/é/está AQUI neste momento -- e como tal, sempre que eu não estiver AQUI no momento é porque estou, de certa forma, morto pois não estou a viver.

EU perdoo-me por não me ter aceite e permitido realizar que é a cada momento que eu me construo/defino.

Eu perdoo-me por não me ter aciete e permitido realizar como cada momento é como uma peça Lego que eu uso para me contruir -- e como tal, a cada momento, com cada peça Lego, eu tenho a possibilidade de colocar a peça no "lugar certo" ou no "lugar errado" -- O "lugar certo" é eu viver a expressão daquilo que é melhor para todos (SER-SE PERFEITO) e o "lugar errado" é estar separado da existência/vida (SER-SE IMPERFEITO)

Eu perdoo-me por não me ter aceite e permitido realizar que é possivel ser-se PERFEITO -- basta ser-se perfeito a cada momento da respiração ao expressarmos aquilo que é melhor para todos.

Eu perdoo-me por não me ter aceite e permitido realizar que existem 3 níveis de ser/estar:
1 - Imperfeito
2 - A caminho da perfeição
3 - Perfeito

Imperfeito é aquele que não se questiona, que não muda, que deliberadamente é ignorante. Imperfeito é aquele que destroi a sua vida e a vida dos outros -- é aquele que abusa e não respeita a vida. Imperfeito é aquele que se aceita como imperfeito. Imperfeito é aquele que procura o poder só para si. Imperfeito é aquele que está numa posição de poder e só o usa para o seu próprio interesse, sem considerar os outros. Imperfeito é aquele que é  ganâncioso. Imperfeito é aquele que acredita em "Deus" e acredita ser menos que "Deus". Imperfeito é aquele que aceita a ideia/crença da "sobrevivência do mais forte". Imperfeito é aquele que leva a sua vida ignorando por completo tudo e todos. Imperfeito é aquele que morre -- Pois aquilo que não é real (imperfeição) só pode existir por uns momentos como uma ilusão.

A caminho da perfeição é aquele que não se aceita como imperfeito e activamente procura mudar-se de forma a acumular "momentos de perfeição". É aquele que sabe ser imperfeito mas que no entanto está activamente focado e determinado a tornar-se perfeito ao identificar as suas imperfeições e ao fazer com que estas deixem de o limitar. É aquele que sabe não ser o seu ego/mente e que se recusa a ser controlado/manipulado pelo mesmo - e puxa por si mesmo de forma a eliminar todo e qualquer poder que a mente/ego possa ter sobre o livre arbítrio.

Questão: Se realmente somos livres, porque é que escolhemos ser imperfeitos???

 A caminho da perfeição é aquele que realmente decide ser livre de forma a por um fim às suas imperfeições.

Perfeito é aquele que transcendeu a mente/ego/imperfeição. Perfeito é aquele que é real. Perfeito é aquele que é Um e Igual com Tudo e Todos, com e como a Vida. Perfeito é aquele que não morre. Perfeito é aquele que é Eterno.

Eu perdoo-me por não me ter aceite e permitido realizar que este processo do perdão próprio é em si "O caminho da perfeição."


0 comentários:

Enviar um comentário

 
◄ Free Blogger Templates by The Blog Templates | Design by Pocket