1 de janeiro de 2013

Dia 127 - O MOMENTO - a Vida Vivida Passo a Passo

1 de janeiro de 2013

 A vida decorre um momento de cada vez. Um momento NÃO é definido por uma quantidade específica e determinada de tempo. Um Momento pode ser um só passo ou mil passos.

Neste preciso momento eu estou a escrever este blog. Escrevê-lo levará um momento, e é neste preciso momento que eu me encontro alerta, focado, atento.

A Vida é um momento, composta por muitos outros momentos. Cada momento que vivemos é relevante na sua acumulação que posteriormente definem O momento que é a Vida. Todos os momentos que vivi constituem quem eu sou neste momento, assim como todas as minhas respirações passadas me trouxeram a este momento no qual me encontro Vivo.

Uma Vida de "sucesso" é uma cumulação de momentos de "sucesso" -- atenção aqui para não cair na armadinha de pensar que "sucesso" refere-se a "sucesso monetário". So não houvesse dinheiro, o que seria o "sucesso"?

O verdadeiro SUCESSO é tornarmo-nos os Mestres das nossas vidas. O verdadeiro SUCESSo é criármo-nos como VIDA, um e Igual com e como TUDO -- Este sim é o Eterno SUCESSO . O "sucesso monetário" não passa de um "sucesso" temporal porque, como sabemos, "tempo é dinheiro".

Cada momento da respiração é um momento que conta para acumularmos o SUCESSO: Conta para SUCEDERMOS em SERmos-huMANOS. "Manos" são aqueles que têm a mesma origem, e como tal são IGUAIS.

Se existirmos completamente um e igual com cada momento que vivemos, a sua acumulação, por definição, irá resultar na nossa expressão Viva como Um e Igual.

A nossa respiração é nosso "relógio orgânico" que nos mantem aqui no momento. Ao estarmos presentes aqui com e como a respiração temos a capacidade de viver cada momento na TOTALIDADE.

A mente tem sempre a tendência de nos levar para fora do momento. Estamos ocupados com uma certa tarefa e começamos a pensar "nisto" e "naquilo", a preocuparmo-nos, a stressar etc... Imaginem se a nossa respiração começasse a stressar? Imaginemos que a nossa respiração se torna irregular: a nossa capacidade para funcionarmos correctamente fica comprometida. É exactamente isso que fazemos ao permitirmos que os pensamentos/sentimentos/experiências energéticas/reacções ditem "quem somos", o que dizemos e o que fazemos -- pois estes roubam-nos do momento e colocam-nos numa realidade virtual chamanda MENTE. Ao longo do tempo ficamos de-Mentes, pois somos da-mente --> pertencemos à Mente.

Estar AQUI presente a cada momento é a chave para começarmos a ver o quanto temos permitido ser escravos da mente -- assim como é também a chave para nos podermos mudar de forma a estarmos alinhados com o Princípio de Unidade e Igualdade.

Ao andarmos este processo do perdão próprio, momento a momentos, estamos a remover as várias camadas de "realidade virtual" da Mente -- e, através da sua acumulação, eventualmente chegaremos ao ponto em que já "descascámos todas as camadas da cebola" que tanto nos têm feito "chorar" de sofrimento, amargura, dor, pena, vergonha, medo etc...

A vida é um momento composta por muitos outros momentos. Ao Vivermos cada momento na Totalidade teremos vivido uma Vida na Totalidade.




0 comentários:

Enviar um comentário

 
◄ Free Blogger Templates by The Blog Templates | Design by Pocket