19 de fevereiro de 2013

Dia 162 - Culpa: Uma Emoção Destrutiva

19 de fevereiro de 2013

A culpa é uma experiência desgastante, que consome o corpo físico --> como se sugasse a vida do corpo.

SENTIR Culpa é auto-tortura emocional.

A culpa só deve de existir como uma noção da consequência de actos (e não actos) que nos farão sentir extremamente mal --> e como tal NUNCA nos devemos permitir agir de forma a que depois acabemos por sentir culpa --> o mesmo se aplica ao Arrependimento (ver blog): Nunca faças/digas nada que sabes perfeitamente - SE fores Honesto Contigo mesmo - que te fará arrepender.

Sentir culpa é estar apegado ao passado.
Sentir culpa é estar apegado à ideia de que não se pode mudar.
Sentir culpa é não nos darmos a nós mesmos o poder de nos perdoar-mos e provar a nós mesmos que mudámos --> porque se não mudarmos é porque estamos presos ao passado, escravos da mente/ego/consciência, e como tal incapazes de viver.

Enquanto te permitires sentit culpa irás ser um escravo da ideia que "És" e que "Sempre Serás" aquela pessoa que "pecou" e como tal "tem de sofrer".

Quando mudares - SE mudares - a culpa não fará mais sentido existir.

Se sentes culpa por qualquer motivo que seja pergunta-te: "O que é que eu me estou a permitr SER que está a justificar o facto de eu me sentir culpado?" ---> DEPOIS MUDA!

Será mesmo preciso morreres para "esquecer tudo" e "estar morto em paz"? Isso não faz sentido nenhum: Viver num tormento e estar morto em paz não faz qualquer sentido...

Imagina que neste momento estarias a sentir culpa por todos os "pecados" que cometeste nas tuas "vidas passadas" --> não seria nada agradável pois não?? Milhares de anos de "pecado" um fardo tremendo... Mas agora vê o seguinte: O "ontem" é uma vida passada. Pensa nos nos anos em que eras criança -- é como se fosse uma vida passada! Não passa de uma memória. É quase como se nunca tivesse acontecido, parece um filme: Uma série de imagens gravadas magnéticamente num "filme" chamado "mente". O que é REAL é este momento! A VIDA é para ser VIVIDA! Perdoa-te e Vivie! Só tu tens o poder para te LIVRARES dessa Energia que é a Culpa - torna-te Livrepara poderes Respirar em paz e tranquilidade --> não esperes que os outros te perdoem pelos teus "pecados" Não há perdão possivel senão o perdão próprio, pois cabe a cada um mudar-se! Isso de levar um estalo e dar a outra face é treta - pois enquanto a pessoa que "dá o estalo" não se perdoar e mudar, vais sempre continuar a ser abusado!

Repara como o sentimento de culpa se manifesta com pequenas coisas --> repara como te castigas/abusar por "merdinhas" -- vê como e porque é que te permites criar essas "merdinahs" e depois sentes-te culpado de forma a te convenceres que "és de bem" e por isso "tens de sofrer" porque "pecaste".

Re-Pára: São sempre os fanáticos religiosos que se convencem ser tão crentes que se castigam mais e sentem mais culpa e sentem que "não merecem a bondade de Deus" --> ao ponto de mutilarem os seus cropos físicos --> a única coisa que é real!!

Por isso: Vé como te permites culpar por creres que és uma pessoa "de bem" que "pecou" e como tal tem de sofrer/ser castigada --> EM VEZ de te tornares "naquela pessoa" que não comete "pecados"! Não cometer pecados significa Ser Sempre Honesto com o Próprio --> Lê o meu blog anterior para uma perspectiva mais alargada do que significa "Pecar".

A CULPA só existe naqueles que tem uma ideia/crença de si mesmos que não corresponde âs suas palavras e acções --> ao se permitir sentir culpa dão a si mesmos uma falsa ideia de que estão de alguma forma a "compensar" por não viverem de acordo com aquilo que pensam/crêm Ser mas que obviamente não o são!!

Transforma toda a culpa em Responsabilidade: Torna-te Absolutamente responsável por TUDO aquilo que Expressas, em Honestidade Própria - desta forma a Culpa NUNCA existirá! 

0 comentários:

Enviar um comentário

 
◄ Free Blogger Templates by The Blog Templates | Design by Pocket