6 de março de 2013

Dia 174 - O que se passa...

6 de março de 2013

Se não formos honestos com nós mesmo em relação áquilo que realmente se passa -- aquilo que experiênciamos, sentimos, pensamos, dizemos e fazemos -- nunca chegaremos à Verdade de nós mesmos.

Estamos tão habituados áquilo em que nos tornámos que é dificílimo vermos aquilo que está mesmo à frente dos nossos olhos. A única "realidade" que pensamos ser "real" (possível) não passa da "realidade" que nós próprios criámos para nós próprios.

É por este motivo que a mudança é tão difícil: Porque temos de mudar a nossa "realidade" que aparenta ser tão "real".

O que é REAL não muda --> por isso, enquanto for possível mudarmos é porque ainda não somos REAIS.

Eu ainda posso mudar -- em muitos aspectos da minha existência --> logo, ainda não sou Real, ainda não fui Realmente honesto comigo mesmo em relação áquilo que se passa e áquilo que Sou como Vida!


Eu perdoo-me por não me ter aceite e permitido realizar que se eu não for honesto comigo mesmo em relação áquilo que se passa em mim - e na minha vida - eu não serei capaz de mudar.

Eu perdoo-me por me ter aceite e permitido distrair-me com certos pensamentos quando me estou a perdoar e a analizar o que em mim se passa.

Eu perdoo-me por me ter aceite e permitido acreditar que os pensamentos que "surgem do nada" me apoiam neste processo em vez de realizar que não passam de uma maneira que a mente arranja para me distrair,  tentando desta forma com que eu não me dê direcção.

Eu realizo que se eu não estiver ciente da minha intenção de tudo o que faço/expresso, então eu sei que não me estou Verdadeiramente a dar direcção --> estou a ser controlado/manipulado pela mente.

Eu perdoo-me por me ter aceite e permitido arranjar desculpas e justificações para NÃO ser honesto comigo mesmo -- em vez de realizar que tais Desculpas e Justificações não passam de uma forma que a mente arranja para tentar manter-me o seu escravo.

Eu perdoo-me por não me ter aceite e permitido realizar da seriedade que é eu me permitir ser um Escravo da mente --> o resultado é uma "Vida" que não têm qualquer Valor PORQUE eu não sou REAL, pois não passo de um programa, não passo de uma energia/ego/consciência que deixa de existir quando o corpo morre -- desta forma eu realizo que quem eu realmente sou é este corpo/físico. 

0 comentários:

Enviar um comentário

 
◄ Free Blogger Templates by The Blog Templates | Design by Pocket