17 de maio de 2013

Dia 186 - Mudança: De Energético para Físico

17 de maio de 2013

Eu perdoo-me por me ter aceite e permitido ser menos do que aquilo que é melhor para todos ao me permitir ser controlado pelas energias geradas pela mente.

Eu perdoo-me por me ter aceite e permitido continuar a adiar a minha mudança em vez de realizar que este "adiamento" não passa de um sistema da mente que eu uso como desculpa para não puxar por mim e transcender a crença de que eu sou o pre-programa de Mente Consciente.

Eu perdoo-me por não me ter aceite e permitido realizar que me custa a dar direcção porque eu acredito ser a energia negativa que "me puxa para baixo" e me tenta impedir de me dar direcção e movimento próprios.

Eu perdoo-me por me ter aceite e permitido sentir que não estou a fazer o que quero e como tal sinto que me custa a fazer as coisas que faço -- em vez de realizar que "aquilo que eu quero fazer" não passa de um programa existente na minha mente consciente -- e é por isso que aquilo que "quero/gosto/desejo" fazer é-me difícil.

Eu perdoo-me por me ter aceite e permitido que aquilo que eu DECIDO fazer e que constitui aquilo que "tenho" de fazer não faz parte do meu programa e como tal eu tenho de puxar por mim para O fazer até tal se tornar "parte do meu ser".

Eu perdoo-me por não me ter aceite e permitido realizar que aquilo que É MELHOR PARA TODOS  -- e que constitui aquilo que eu DECIDO SER -- não faz parte do meu Design Pré-Programado e como tal eu tenho de puxar por mim para programar em mim mesmo as capacidades/abilidades que necessito para ser capaz de expressar aquilo  que É Melhor para Todos.

Eu perdoo-me por não me ter aceite e permitido realizar que esta realidade em que eu existo -- interna e externamente -- não é a Realidade Absoluta, pois eu existo sob a ilusão que é a Energia gerada pelo programa de mente consciente que me ilude através dos pensamentos/sentimentos/emoções/resistências/apetecers/desejos/medos/vontades etc ---> tudo isto são experiências energéticas que me separam daquilo que é Real: A VIDA!

Eu comprometo-me a não permitir que as energias geradas pela mente definam quem eu sou. Eu comprometo-me a dar-me direcção, fazendo aquilo que TENHO de fazer e que faz parte daquilo que eu DECIDO SER: Aquilo que é melhor para todos.

Quando e assim que me vejo a permitir que as energias da mente -- os pensamentos/emoções/experiências -- me controlem: Eu páro e respiro. Nesse momento realizo que EU  tenho a capacidade de PARAR a experiência e puxar por mim para me mostrar a mim mesmo que eu sou MAIS do que este Design de Mente consciente que só limita a minha expressão. Eu realizo que eu sou capaz de MUDAR nesse momento. Eu realizo que através da respiração eu sou capaz de a cada momento tomar um novo rumo: Um rumo que me levará Áquilo que é Melhor para todos -- e logo áquilo que é melhor para mim.

Eu comprometo-me a colocar AQUILO que É MELHOR PARA todos em primeiro lugar, sempre -- e como tal não permito que o interesse próprio da minha mente/ego seja o factor que decido quem sou.

Eu comprometo-me a me recriar a cada momento, não permitindo que a mente e as suas enegias definam quem eu sou, o que faço, o que digo e o que penso. 

Eu compromento-me a viver/expressar-me de acordo com aquilo que é melhor para todos, começando por me corrigir ao não permitir que o meu ego/mente/energia me controle.

0 comentários:

Enviar um comentário

 
◄ Free Blogger Templates by The Blog Templates | Design by Pocket