17 de maio de 2013

Dia 188 - "Eu tenho tempo!" - A desculpa para continuar na mesma...

17 de maio de 2013

Eu perdoo-me por me ter aceite e permitido participar na ideia que "tenho tempo para mudar" em vez de
realizar que tal é uma DESCULPA para continuar na mesma.

Eu perdoo-me por não me ter aceite e permitido realizar que se a minha aplicação diária não reflectir a minha intenção/vontade de mudar: sendo assim só irei criar para mim mesmo esta mesma experiência na qual eu não estou satisfeito comigo mesmo.

Eu perdoo-me por não me ter aceite e permitido realizar que se eu não me focar a cada momento em me mudar/corrigir --> então irei permitir que o meu design de mente consciente pré-programada defina aquilo que eu me permito ser -- e desta forma irei continuar na mesma experiência na qual eu não estou satisfeito comigo mesmo.

Eu eprdoo-me por não me ter aceite e permitido realizar que eu tenho de puxar por mim para me tornar eficaz/eficiente em lidar com UM ponto de cada vez --> pois foi também passo a passo  -- de respiração em respiração -- que eu me tornei no que sou hoje em dia - e é da mesma forma que eu me vou mudar.

Eu perdoo-me por não me ter aceite e permitido realizar que existe um limite para o tempo que eu necessito para me "auto -analizar" antes de eu DECIDIR por em prática aquilo que eu realizo. Eu realizo que eu só me posso "preparar" até certo ponto - tem de chegar a altura em que eu "me faço ao mar".

Eu perdoo-me por me ter aceite e permitido participar em pensamentos que eu sei perfeitamente que só fomentam a minha insatisfação comigo mesmo em vez de parar, respirar e dar-me direcção, não seguindo os pensamentos, corrigindo-me no momento expressando aquilo que é melhor para todos.

Eu comprometo-me a lembrar-me que o "tempo que tenho" não é ilimitado -- e eu não sei quanto mais tempo tenho. Assim sendo eu comprometo-me a fazer o máximo que posso a cada momento de forma a me corrigir e a criar-me como Vida.

Eu compromento-me a parar, respirar e dar-me direcção para me corrigir quando digo para mim mesmo que "tenho tempo" na tentativa de me enganar a mim mesmo de forma a continuar a participar nos desejos/vontades criadas pela mente e que se apresentam sob a forma de energias tais como pensamnetos, emoções, sentimentos e reacções.

Eu comprometo-me a lembrar-me que  eu não controlo o tempo nem muitos eventos que impactam a sociedade -- e como tal tudo o que eu posso fazer é DEFINIR quem Eu Sou -- como tal, permanecer numa experiência na qual eu estou sujeito às energias da mente é uma escolha minha que eu posso (e DEVO!) perfeitamente parar!

Eu comprometo-me a ver em senso comum aquilo que tem de ser feito e agir de forma me recriar como Aquilo que é melhor para todos.

Eu comprometo-me a não me permitir que desculpas e justificações que me levam a repetir padrões que só me levarão a eu ficar insatisfeito comigo mesmo NÃO ACONTEÇAM!


0 comentários:

Enviar um comentário

 
◄ Free Blogger Templates by The Blog Templates | Design by Pocket