29 de junho de 2013

Dia 208 - Paranoia: Espiritualidade (Religião não Institualizada)

29 de junho de 2013
Definição de Paranoia na Wikipedia:

"A Paranoia é um processo de pensamento que se acredita ser imensamente influenciado por anxiedade ou medo, frequentemente até ao ponto de irracionalidade e delírio.
O pensamento Paranoico inclui, tipicamente, crenças de preseguição, ou crenças de conspiração relacionadas com uma percepção de ameaça contra o próprio. (ex: "Eles estão à minha caça.")
Fazer falsas acusações e uma desconfiança geral pelos outros é também acompanhada pela paranoia. Por exemplo, um incidente que a maioria das pessoas veria como acidente ou coincidência, uma pessoa paranoica acredita ser intencional.
História
A palavra "Paranoia" vem do Grego παράνοια (paranoia), "loucura".
O termo foi inicialmente usado para descrever uma doença mental na qual uma crença delirante é a característica dominante.
Nesta definição, a crença não tem de ser baseada na "preseguição" para ser classificada como "paranoica" - portanto, qualquer número de crenças delirantes podem ser classificadas como paranoia. Por exemplo, uma pessoa que sómente tem a crença delirante de que é uma figura religiosa importante seria classificada por Kraepelin como possuindo "paranoia pura".
(...)
Mesmo nos tempos que decorrem, um delírio não necessita ser "suspeitoso" ou fundado em "medo" para ser classificado como "paranoico".
Uma pessoa pode ser diagnosticada como "paranoico esquitzofrénico" sem possuir delírios de "preseguição", simplesmente porque os seus delírios referem-se sobretudo a si mesmos."

Existem uns pontos que quero salientar para demonstar mais eficazmente como a Espiritualidade é na verdade Paranoia:
"A paranoia é um processo de pensamento (...)"

"A paranoia é um processo de pensamento imensamente influenciado por anxiedade ou medo, frequentemente ao ponto de irracionalidade e delílio"

"(...) qualquer número de crenças delirantes podem ser classificadas como paranoia"

"Uma pessoa pode ser diagnosticada como "paranoico esquizofrénico" (...) simplemente porque os seus delírios referem-se sobretudo a si mesmos"

Para trazer ainda mais claridade ao assunto quero também aqui deixar a definição de "delírio":
"Um delírio (às vezes denominado delusão) é caracterizado por crenças mal fundamentadas fortemente enraizadas na vida de uma pessoa e que causem prejuízo significativo para si mesmo ou para outros."

Definição psiquiátrica de "delírio":
"Uma falsa crença baseada em inferência incorreta sobre a realidade externa que é sustentada com firmeza (...) apesar do que se constitui em prova incontroversa e óbvia de evidência em contrário."

PROBLEMA:
  
No seguimento da Paranoia Religiosa temos a Paranoia Espiritual.

A Paranoia Espiritual é essencialmente o mesmo que a Religiosa - a única diferença reside na não existência de nenhuma instituição nem de rituais nem de crenças específicas: Cada um faz o que lhe convém - que, na verdade, não é muito diferente dos Religiosos: Cada um acredita em "Deus" à sua maneira...

Muitos "espirituais" também usam a palavra "Deus" para descrever o "ser/força" superior -- mas muitos usam palavras tais como "Universo", "Origem", "Todo", "Consciência", "Amor" etc...

Em vez de "rezas" os "espirituais" utilizam "pensamentos positivos" -- nos quais colocam também a responsabilidade e a esperança de que estes irão "mudar o mundo".

Em vez de "beberem vinho" os "espirituais" (não todos, mas muitos...) usam um outro tipo de "espíritos": drogas tais como canábis, haxixe, LSD (ácido), MDMA (ecstasy), cogumelos mágicos, salvia, ayahuasca, etc... Qualquer coisa que coloque o ser humano num estado de consciência alterado é utilizado como uma forma de entrar em "contacto" com "Deus"/"Universo"/"Todo" -- mas na verdade a única coisa com a qual formam uma ligação mais forte é com as suas próprias mentiras chamadas "Mentes".

Em vez de irem à Igreja e deixarem lá o seu dinheiro os "espirituais" gastam dinheiro em Livros e em DVDs de meditação e de auto-motivação, assim como também, depois de muita leitura e muitos videos, escolhem seguir um "guru" e chegam até mesmo a se isolarem do mundo em "retiros espirituais" onde aparentemente existe uma grande paz e harmonia -- é uma espécie de Igreja/Mesquita/Templo no qual os Espirituais se esquecem de toda a Realidade e fundem-se a fundo com as suas próprias Paranoias/Delírios.

Assim como os "religiosos", os "espirituais" também têm as suas crenças em relação a quem são, como chegaram aqui e como são as coisas "depois da morte" -- e nesta área a maioria acredita que na "hora H" voltam para "Casa" onde "tudo faz sentido" e onde a "paz reina" - enquanto que aqui na Terra continua tudo num caos...

Uma das maiores Paranoias da Espiritualidade é a crença de que este mundo físico é uma ilusão -- e que a única coisa que é real é a "Consciência". O que é interessante é que mesmo com tanta "fé" nesta crença, estes "espirituais" não deixam de respirar, nem de comer, nem de dormir -- muito menos se vêm livres do seu dinheiro e das suas posses --> o que quer dizer que apesar de tudo isto "ser ilusão" eles preferem continuar na "ilusão", a participar na "ilusão", a fazer parte da "ilusão". A forma como este DELÍRIO é justificado e aceite por aqueles que o criam é uma das maiores formas de auto-decepção que o ser humano alguma vez conseguiu criar.

A meditação é o mesmo que uma reza: Pois uma pessoa acaba por não fazer nada e acredita que fez muita coisa. A forma como os Espirituais se iludem ao crerem que meditar muda a situação no mundo só lhes leva a terem uma falsa impressão que é o melhor que podem fazer - e depois nada fazem!
A meditação é também usada para criarem um "lugar" nas suas mentes na qual reside um "silêncio" que, aparentemente, é "quem nós somos". Não é verdade: Esse "lugar de silêncio" é algo criádo pela mente, e é por isso que a meditação requer PRÁTICA - pois é só com o tempo que se consegue criar esse "lugar" onde uma pessoa se pode "refugiar" da Desonestidade que a Define - e depois "sente-se bem" consigo mesma. 
É tudo uma Paranoia para se EVITAR Enfrentar e Lidar com o que Realmente se Passa nesta Realidade!

SOLUÇÃO:

A Solução que irá por um fim a esta Paranoia é a mesma que põe também um fim à Paranoia Religiosa: A realização de que nós somos o Físico - e que todas as experiências energéticas que se manifestam sob a forma de pensamentos, sentimentos e emoções são na verdade aquilo que nos separa da VIDA e que usamos para criar todo o tipo de fantasias/delírios/paranoias que por sua vez nos levam a vivermos em mundos de ilusão.

A Solução é utilizar o Senso Comum para se ver que mais de 50 anos de Espiritualidade não se prestaram como Solução nenhuma para os problemas no mundo -- muito pelo contrário, só causaram que milhões e milhões de pessoas se afastassem da realidade dos problemas socio-económicos do mundo - ironicamente ao alimentar a máquina capitalista ao consumirem centenas (senão milhares!) de milhões de livros "espirituais" que transformam o leitor num Zombie que, como qualquer "bom Zombie", abdica de toda a Responsabilidade que tem como um elemento da sociedade.

RECOMPENSA:

A recompensa é a possibilidade da tomada de Responsabilidade pelo Próprio e uma possível Mudança que resulte na Realização e Criação de um Mundo Melhor Para Todos

A recompensa é a possibilidade de REALMENTE SE CRIAR um Sistema que Valorize toda a Vida de Igual forma COMO a expressão Viva daquilo que os Espirituais tanto se dizem Ser: "Amor".

AMOR é a Expressão Viva Daquilo que É Melhor para Todos!

0 comentários:

Enviar um comentário

 
◄ Free Blogger Templates by The Blog Templates | Design by Pocket