1 de julho de 2013

Dia 209 - Paranoia: Psicologia e Psiquiatria

1 de julho de 2013

 Definição de Paranoia na Wikipedia:
"A Paranoia é um processo de pensamento que se acredita ser imensamente influenciado por anxiedade ou medo, frequentemente até ao ponto de irracionalidade e delírio.
O pensamento Paranoico inclui, tipicamente, crenças de preseguição, ou crenças de conspiração relacionadas com uma percepção de ameaça contra o próprio. (ex: "Eles estão à minha caça.")
Fazer falsas acusações e uma desconfiança geral pelos outros é também acompanhada pela paranoia. Por exemplo, um incidente que a maioria das pessoas veria como acidente ou coincidência, uma pessoa paranoica acredita ser intencional.

História

A palavra "Paranoia" vem do Grego παράνοια (paranoia), "loucura".
O termo foi inicialmente usado para descrever uma doença mental na qual uma crença delirante é a característica dominante.
Nesta definição, a crença não tem de ser baseada na "preseguição" para ser classificada como "paranoica" - portanto, qualquer número de crenças delirantes podem ser classificadas como paranoia. Por exemplo, uma pessoa que sómente tem a crença delirante de que é uma figura religiosa importante seria classificada por Kraepelin como possuindo "paranoia pura".
(...)Mesmo nos tempos que decorrem, um delírio não necessita ser "suspeitoso" ou fundado em "medo" para ser classificado como "paranoico".
Uma pessoa pode ser diagnosticada como "paranoico esquitzofrénico" sem possuir delírios de "preseguição", simplesmente porque os seus delírios referem-se sobretudo a si mesmos."

Existem uns pontos que quero salientar para demonstar mais eficazmente como a Psicologia e Psiquiatria são na verdade Paranoia:

"A paranoia é um processo de pensamento (...)"

"A paranoia é um processo de pensamento imensamente influenciado por anxiedade ou medo, frequentemente ao ponto de irracionalidade e delílio"

"(...) qualquer número de crenças delirantes podem ser classificadas como paranoia"

"Uma pessoa pode ser diagnosticada como "paranoico esquizofrénico" (...) simplemente porque os seus delírios referem-se sobretudo a si mesmos"

Para trazer ainda mais claridade ao assunto quero também aqui deixar a definição de "delírio":
"Um delírio (às vezes denominado delusão) é caracterizado por crenças mal fundamentadas fortemente enraizadas na vida de uma pessoa e que causem prejuízo significativo para si mesmo ou para outros."

Definição psiquiátrica de "delírio":
"Uma falsa crença baseada em inferência incorreta sobre a realidade externa que é sustentada com firmeza (...) apesar do que se constitui em prova incontroversa e óbvia de evidência em contrário."

PROBLEMA:

A psicologia que temos hoje em dia é um apalhaçada pois não oferece qualquer tipo de ajuda real para os indivíduos e como tal a humanidade continua na mesma (aliás, bem pior!) à 500 anos atrás quando a palavra psicologia nem tinha sido concebida.

A psicologia e psiquiatria só têm sido usadas para o seguinta: Fazer dinheiro e justificar a aparente "Natureza Humana" destrutiva e abusiva.

"Psicologia" significa muito simplesmente "Estudo da Mente Humana" --> no entanto nenhum psicólogo sabe qual a origem dos pensamentos, como se formam, o que é que os constitui, o que é que lhes "dá vida" nem o que é que os sustem.
Todos estes pontos são explicados em detalhe no forum, nos videos e nos cursos do Desteni.

Uma das irracionalidades da psicologia reside no facto de que os próprios psicólogos são das pessoas com mais distúrbios mentais -- e a pesar de terem estudado e aprendido o pouco que a humanidade sabe sobre a mente humana, eles não são sequer capazes de se ajudarem a si próprios a transcenderem as suas limitações mentais - e aqui reside uma das provas de que todo o conhecimento é inutil se não for feito útil!

Para além dos psicólogos não se conseguirem ajudar a si mesmos, depois ainda se dão ao "descaramento" de "aconselhar" as outras pessoas em como devem de transcender os seu problemas mentais (um DELÍRIO de Grandiosidade) -- e é obvio que o fazem por dinheiro, e que por sua vez acaba por criar um outro grande problema de conflito de interesse: Se "curar" o paciente fica sem trabalho! Por isso o psicólogo tem sempre de garantir que o paciente se torne dependente dele, caso contrário não há o "pão nosso de cada dia".

Um bom psicólogo é aquele que é pobre -- pois numa só sessão explicava exactamente qual é o problema mental da pessoa (problema este que é SEMPRE relacionado com um vocabulário que contem palavras contaminadas com associações destrutivas tais como sentimentos e emoções) e demonstrava COMO é que o próprio paciente é o Único que tem a capacidade e RESPONSABILIDADE de por um fim à Paranoia por ele mesmo criada.
O mau psicólogo é aquele que é rico -- pois faz com que os seus pacientes se tornem dependentes dos seus ouvidos e perguntas tais como "então como é que se SENTE hoje?" / "o que é que você SENTE em relação a isso?"

Tanto a psicologia e a psiquiatria não oferencem nenhum tipo de processo prático para por um fim às Paranoias (problemas mentais) dos pacientes -- e é por isso que os "pacientes" são chamados de "pacientes: "Olha, Paciência!" --> que é a Ciência da Paranoia.

A psiquiatria é a mesma coisa mas a um nível muito mais abusivo.
A psiquiatria é sinónimo de LUCRO --> não é por acaso que desde a sua concepção tem havido mais e mais casos de pessoas com "problemas mentais" que não têm cura (obviamente, eles não EXISTEM em primeito lugar!) e que a única solução é a medicação -- ou seja, o tráfico de drogas legais que colocam os "pacientes" em estados de consciência alterados e, aparentemente, os sintomas das "doenças mentais" são SUPRIMIDOS. É por isso que a palavra "suprimido" e "comprimido" são tão semelhantes: Eles não curam nada - simplesmente "comprimem" parte da "consciência do ser" e "suprimem-na" para um "canto da mente" e o que "sobra"  é depois visto como o efeito que a droga tem.

Um dos pais da psiquiatria disse antes de morrer que a ADHD é uma doença fictícia --> http://www.worldpublicunion.org/2013-03-27-NEWS-inventor-of-adhd-says-adhd-is-a-fictitious-disease.html

Pergunta a qualquer psiquiatra para providênciar os resultados dos testes que foram usados para determinar que uma certa pessoa tem "esta" ou "aquela" doença mental e TODOS eles te vão dizer o mesmo:
- Não posso.
- Porque? - Perguntas tu.
-  Porque não fiz nenhum teste - Diz o psiquiatra.

Sim: os psiquiatras não fazem NENHUM teste para diagnosticar que certa pessoa tem "esta" ou "aquela" doença mental" -- não existe NENHUMA evidência física que é utilizada como prova de "doença mental". A única coisa que fazem é olharem para uma lista de Doenças INVENTADAS por eles, vêm se o "paciente" demonstra ter algum comportamento que de acordo com o que eles inventaram corresponde a alguma doença, e se assim for depois têm "uma solução": Droga!

Esta é a ÚNICA solução: Drogas! (segundo os que lucram com este esuqema, claro...)

Todos os anos morrem no mundo mais pessoas do uso de drogas legais do que drogas ilegais - MESMO sem considerar as mortes causadas pelo alcohol. Em 2010 nos EUA morreram 22.134 pessoas devido ao uso de drogas legais -- enquanto que morreram 16.195 devido ao uso de drogas ilegais.

Isto é muito para além da Paranoia: Isto é um ABUSO Legal Descarado! Todos as pessoas envolvidas neste tipo de actos criminosos deviam ser condenados por atentado à saúde pública (pois drogam as pessoas desnecessáriamente) e por criminalidade económica.

Para aqueles que se dão bem com o Inglês, aqui está a prova do crime que é a Psiquiatria e toda a Indústria das drogas psiquiátricas:

Nota: Se o Albert Einstein fosse uma criança no sistema educational dos EUA hoje em dia, o que é certo é que ele seria diagnosticado com uma "doença mental" e estaria agora drogado e era bem provável que morresse devido ao uso das drogas.

SOLUÇÃO:

A solução é investigar a fundo a origem, constituição e propósito dos pensamentos -- pois quando isto for entendido seremos realmente capazes de por um fim a TODOS os problemas mentais (Paranoias).

Felizmente esta Solução já existe: Desde 2008 que a solução está presente na internet e centenas de pessoas têm tomado a Responsabilidade de porem um fim às Paranoias que  tão "naturalmente" são criadas.

A solução é o processo de Perdão-Próprio que tem aqui neste blog tem sido exposto. Aplica e vê por ti como TU ÉS a SOLUÇÃO de todos os problemas que TU PRÓPRIO Criaste!

RECOMPENSA:

 Um Mundo LIVRE de PARANOIAS!

Junta-te ao PROCESSO:
http://desteniiprocess.com/ ---> CURSOS AVANÇADOS!

0 comentários:

Enviar um comentário

 
◄ Free Blogger Templates by The Blog Templates | Design by Pocket