6 de julho de 2013

Dia 212 - Paranoia: Turismo

6 de julho de 2013
Definição de Paranoia na Wikipedia:
"A Paranoia é um processo de pensamento que se acredita ser imensamente influenciado por anxiedade ou medo, frequentemente até ao ponto de irracionalidade e delírio.
O pensamento Paranoico inclui, tipicamente, crenças de preseguição, ou crenças de conspiração relacionadas com uma percepção de ameaça contra o próprio. (ex: "Eles estão à minha caça.")
Fazer falsas acusações e uma desconfiança geral pelos outros é também acompanhada pela paranoia. Por exemplo, um incidente que a maioria das pessoas veria como acidente ou coincidência, uma pessoa paranoica acredita ser intencional.

História

A palavra "Paranoia" vem do Grego παράνοια (paranoia), "loucura".
O termo foi inicialmente usado para descrever uma doença mental na qual uma crença delirante é a característica dominante.
Nesta definição, a crença não tem de ser baseada na "preseguição" para ser classificada como "paranoica" - portanto, qualquer número de crenças delirantes podem ser classificadas como paranoia. Por exemplo, uma pessoa que sómente tem a crença delirante de que é uma figura religiosa importante seria classificada por Kraepelin como possuindo "paranoia pura".
(...)Mesmo nos tempos que decorrem, um delírio não necessita ser "suspeitoso" ou fundado em "medo" para ser classificado como "paranoico".
Uma pessoa pode ser diagnosticada como "paranoico esquitzofrénico" sem possuir delírios de "preseguição", simplesmente porque os seus delírios referem-se sobretudo a si mesmos."

Existem uns pontos que quero salientar para demonstar mais eficazmente como o Turismoa é na verdade Paranoia:

"A paranoia é um processo de pensamento (...)"

"A paranoia é um processo de pensamento imensamente influenciado por anxiedade ou medo, frequentemente ao ponto de irracionalidade e delílio"

"(...) qualquer número de crenças delirantes podem ser classificadas como paranoia"

"Uma pessoa pode ser diagnosticada como "paranoico esquizofrénico" (...) simplemente porque os seus delírios referem-se sobretudo a si mesmos"

Para trazer ainda mais claridade ao assunto quero também aqui deixar a definição de "delírio":
"Um delírio (às vezes denominado delusão) é caracterizado por crenças mal fundamentadas fortemente enraizadas na vida de uma pessoa e que causem prejuízo significativo para si mesmo ou para outros."

Definição psiquiátrica de "delírio":
"Uma falsa crença baseada em inferência incorreta sobre a realidade externa que é sustentada com firmeza (...) apesar do que se constitui em prova incontroversa e óbvia de evidência em contrário."

PROBLEMA:

À Primeira vista parece não haver nenhum problema com o Turismo -- mas se considerarmos bem esta actividade e o contexto na qual ela decorre as coisas ficam mais evidentes.

Primeiro que tudo é de salientar que a palavra "Turismo" é de origem Inglesa (Tourism) -- isto porque na sua grande maioria eram os Ingleses que faziam "escursões" de meses ou até anos para "explorarem o mundo" para descobrirem "coisas novas" e pela "experiência". Suponho que seja obvio de se entender que estes primeiros "Turistas" era indivíduos com bastante dinheiro que, obviamente não precisavam de trabalhar.

Hoje em dia, qualquer pessoa que ponha um pouco de dinheiro de parte é capaz de fazer um pouco de Turismo durante uma semana ou até um mês. Quanto mais dinheiro e tempo livre se têm, maior é a possibilidade de fazer Turismo durante longos períodos de tempo -- para uns quantos "surtudos" as suas vidas parecem ser umas férias sem fim, pois nada mais fazem a não ser viajar e andar nas compras -- mas não os julguemos tão rápidamente, pois se estivesses no lugar dessas pessoas o mais provável é que farias exactamente o mesmo. No entanto, isto não deixa de ser absolutamente inadmissível e eu passo a explicar porquê: Existem muitos problemas neste mundo que necessitam de pessoas que tenham, a cima de tudo, tempo e dinheiro (poder) para fazerem uma diferença real, pois aqueles que estão no limiar da pobreza pouco mais conseguem fazer do que manterem-se vivos.

Passemos agora ao grande ponto da questão: O Turismo é Paranoia porque na sua origem existe uma "crença delirante" na qual o Turista acredita que no processo vai obter algo de "especial" -- por exemplo, que vai ficar mais culto ou sábio -- mas no entanto o que se vê é exactamente o oposto: As pessoas ficam ainda mais suseptíveis a serem vítimas de uma lavagem cerebral, pois se formos a ver elas chegam a uma conclusão delirante absolutamente fascinante, que é a crença de que "Existem várias formas de se viver". Este delírio está perfeitamente alinhado com a crença de que cada um tem Liberdade Própria e que a "Liberdade Própria" é algo a ser protegido e preservado -- no entanto, o que ninguém parece sequer considerar é que "Liberdade Própria" implica  "Liberdade para Abusar" -- Isto é absolutamente inadmissível.

Quantas vezes já ouviste dizer: "Epá, fui àquele país, conheci gente espetacular, foi optimo ver como as pessoas vivem lá, aprendi imenso, aconselho a ires" --- mas no entanto, se formos a ver, essa mesma pessoa não mudou ABSOLUTAMENTE NADA! Toda a viagem, todo o dinheiro e todo o tempo foi simplesmente um desperdício -- não porque a viagem não possibilitasse um crescimento próprio mas simplesmente porque não existe qualquer tipo de senso comum no ser humano nem muito menos uma verdadeira vontade de APRENDER. No fim de contas o Turismo é sinónimo de Ego -- não é nada mais do que um "orgasmo de experiência cultural" no qual um indivíduo se ilude ao pensar que está a "aprender", a "crescer" e a tornar-se "melhor".

Consideremos o seguinte: Se uma pessoa há 500 anos tivesse a possibilidade de viajar pelo mundo para aprender e para descobrir os vários povos e culturas com a intenção de encontrar uma solução para os problemas da humanidade, isso seria aceitável. Hoje em dia, no entanto, com todo o acesso que hoje em dia temos a informação, não é necessário sequer sairmos da frente de um computado ligado à internet para ter uma noção global daquilo que se passa na Terra e qual foi o passado que nos trouxe a este ponto. Assim sendo, a desculpa/justificação de se ir viajar para "aprender" não passa de um absurdo. A única coisa que fazemos é ir para um outro lado e continuar a ignorar o que AQUI está.
 
Não existe "Verdade" nenhuma -- a única coisa que existe é a Negação daquilo que AQUI reside.
Ao longo dos tempos temos arranjado formas de negar o que AQUI Existe -- o Turismo é uma delas.

Repara no mais obvio Senso Comum: Todos os locais Turísticos estão bem cuidados, tratados e protegidos. Todos os locais Turísticos não passam de IMAGENS bonitas que ficam bem num postal. Mas se formos bem a  ver, a Realidade deste mundo não é nada de bonito! Este mundo não é a terra dos "Teletubbies" - na verdade é mais semelhante ao mundo virtual representado no "Matrix" do que qualquer outra coisa, no qual os seres humanos vivem numa realidade virtual chamada mente/ego que só existe para alimentar a máquina de consumo capitalista que na verdade só está a destruir a Terra e a Vida nela existente...

SOLUÇÃO:

A solução é realização de que é absolutamente desnecessário dar meia volta ao mundo para se "aprender" -- a solução é ligares a televisão e veres que o mundo está completamente do aveço e que não é altura para se "andar a passear". O Turismo nunca fez nem nunca fará nenhum ser humano um indivíduo completo -- muito pelo contrário. O que realmente te possibilita criares/desenvolveres como um Ser Humano com Integridade e um verdadeiro entendimento do que é a Vida é o processo de Perdão-Próprio no qual aos poucos e poucos começas a deixar de Negar aquilo que AQUI reside/existe

O único tipo de Turismo que deveria de existir era o Turismo de Pobreza -- no qual todos os destinos seriam locais de sofrimento, angústia, stress, miséria, fome, abuso, conflito, poluição, destruição etc... Isto para ver se ACORDAMOS para a Realidade deste Mundo de forma a que possamos por um fim ao absurdo que é o mundo actual.

Enquanto não for possível que TODOS os seres humanos possam "fazer Turismo" durante pelo menos 4 meses do ano, então nenhum ser humano devia de "fazer Turismo" - pois isso é um indicador de que não estamos a fazer o suficiente como Humanidade de forma a garantir que TODOS temos uma Vida Digna de Igual Oportunidade.

RECOMPENSA:

Um mundo no qual cada lugar nesta Terra é Digno de ser Visitado e Disfrutado!

Vota na Existência de TURISMO em Dignidade!!

Põe fim à tua Paranoia de querer/desejar/necessitar de viajar!

0 comentários:

Enviar um comentário

 
◄ Free Blogger Templates by The Blog Templates | Design by Pocket