15 de julho de 2013

Dia 216 - Paranoia: Indústria da Música

15 de julho de 2013
techno tutor desteni technotutor perdao consciencia menteDefinição de Paranoia na Wikipedia:
"A Paranoia é um processo de pensamento que se acredita ser imensamente influenciado por anxiedade ou medo, frequentemente até ao ponto de irracionalidade e delírio.
O pensamento Paranoico inclui, tipicamente, crenças de preseguição, ou crenças de conspiração relacionadas com uma percepção de ameaça contra o próprio. (ex: "Eles estão à minha caça.")
Fazer falsas acusações e uma desconfiança geral pelos outros é também acompanhada pela paranoia. Por exemplo, um incidente que a maioria das pessoas veria como acidente ou coincidência, uma pessoa paranoica acredita ser intencional.

História

A palavra "Paranoia" vem do Grego παράνοια (paranoia), "loucura".
O termo foi inicialmente usado para descrever uma doença mental na qual uma crença delirante é a característica dominante.
Nesta definição, a crença não tem de ser baseada na "preseguição" para ser classificada como "paranoica" - portanto, qualquer número de crenças delirantes podem ser classificadas como paranoia. Por exemplo, uma pessoa que sómente tem a crença delirante de que é uma figura religiosa importante seria classificada por Kraepelin como possuindo "paranoia pura".
(...)Mesmo nos tempos que decorrem, um delírio não necessita ser "suspeitoso" ou fundado em "medo" para ser classificado como "paranoico".
Uma pessoa pode ser diagnosticada como "paranoico esquitzofrénico" sem possuir delírios de "preseguição", simplesmente porque os seus delírios referem-se sobretudo a si mesmos."

Existem uns pontos que quero salientar para demonstar mais eficazmente como a Indústria da Música é na verdade Paranoia:

"A paranoia é um processo de pensamento (...)"

"A paranoia é um processo de pensamento imensamente influenciado por anxiedade ou medo, frequentemente ao ponto de irracionalidade e delílio"

"(...) qualquer número de crenças delirantes podem ser classificadas como paranoia"

"Uma pessoa pode ser diagnosticada como "paranoico esquizofrénico" (...) simplemente porque os seus delírios referem-se sobretudo a si mesmos"

Para trazer ainda mais claridade ao assunto quero também aqui deixar a definição de "delírio":
"Um delírio (às vezes denominado delusão) é caracterizado por crenças mal fundamentadas fortemente enraizadas na vida de uma pessoa e que causem prejuízo significativo para si mesmo ou para outros."

Definição psiquiátrica de "delírio":
"Uma falsa crença baseada em inferência incorreta sobre a realidade externa que é sustentada com firmeza (...) apesar do que se constitui em prova incontroversa e óbvia de evidência em contrário."
  
PROBLEMA:

A Paranoia existente na indústria da música é qualquer coisa de extra-Ordinário: É a Paranoia do Sexo, os Delírios de Grandiosidade/Superioridade, a Paranoia do "Amor/Relacionamentos" e a Paranoia da Diversão/Curtição. A música que temos hoje em dia resume-se a pouco mais do que estas Paranoias.

Todas as músicas são o reflexo do processo de pensamento dos artistas -- e se formos bem a ver estas estão repletas de irracionalidade, delírio, medo, ciúme, vingança, traição, ganância, fantasias, imaginações, polaridade, ódio... A lista continua. No fundo reflectem a LOUCURA (Paranoia) dos artistas.

A Paranoia do Sexo é uma das Paranoias que mais vende: Não interessa qual é o género musical nem tão pouco a letra, basta colocar umas raparigas com "tudo à mostra" que a música vende logo. Na maior parte das vezes as letras da música acompanham estas imagens (sim, apesar de parecer as coisas não são feitas ao contrário...)
Este tipo de músicas e video clips só resultam porque toda a população é vítima da Paranoia que são as imagens e os desejos sexuais que levam o ser humano a cometer os actos mais violentos imagináveis tais como violações seguidos de homicídios. Talvez penses que estou a ir muito longe em relacionar estes eventos, mas se fores honesto contigo mesmo verás que a constante repetição de palavras e imagens de conteúdo sexual só alimentam os desejos que em ti existem -- e infelizmente certas pessoas levam esta Paranoia ao ponto extremo.

Nos video clips as mulheres não passam de objectos sexuais: A Beyonce, Katty Perry, Lady Gaga, Christina Aguilera, Jennifer Lopez, Nicki Minaj, Rihanna... A lista continua -- são todas objectos sexuais, exemplos para as gerações mais novas (até aos 30 anos ou mais). Que tipo de raparigas se tornam aquelas que vêm estes "artistas" como exemplos a seguir? Que complexos e que Paranoias é que criam? Que responsabilidade é que a industria da música tem perante os de problemas psicológicos que acabam por causar a milhões de indivíduos?

A grande maior parte dos artistas de música electrónica é a mesma coisa -- pois todo o propósito das suas músicas é pouco mais do que dar uma batida a uma letra sem qualquer conteúdo relevante  para que os "jovens" possam "beber até cair", curtir e, se possível, dar "uma". Ibiza e outros locais semelhantes só existem como existem devido a esta Paranoia sexual dos frustrados. No youtube vê-se também perfeitamente como a música electrónica está associada à objectificação da mulher: Os "videos" pouco mais têm do que uma imagem de uma ou várias mulheres "boas" a mostrarem mais pele do que dignidade.

Uma Paranoia que agora está ainda mais na moda é a das crianças/adolescentes do sexo femenino que são vítimas de uma lavagem cerebral completa que resulta na adoração irracional de uns "putos bonitos" com pinta e que na verdade têm muito mais sorte e dinheiro neles investido do que talento propriamente dito: Os One Direction e o Justin Bieber. Não demora muito tempo para se perceber que as "fãns" destes rapazes têm problemas psicológicos bastante agravados... Noutros tempos foram os Back Street Boys, os Boyzone, N'Sync, Spice Girls etc... Todos estes só criaram Paranoias nas gerações mais novas ao ponto de hoje em dia ser absolutamente normal venerarem-se imagens.

Mas a Paranoia não acaba aqui...

Temos todas os astistas que especificamente promovem as paranoias emocionais, tais como a Adele, Taylor Swift, Michael Bublé, por ai fora... Estes artistas promovem Paranoias emocionais que só acabam por criar seres humanos cujas relacionamentos intimos com outras pessoas estão cheios de disfuncionalidades baseadas em crenças do próprio, do outro e do que é que é um Relacionamento Real.

Temos a Paranoia dos Rappers que se baseia em sexo, putas, alcohol, drogas, gangs, falar mal do sistema sem dar soluções e pouco mais. Estes são os donos dos maiores egos da industria. É engraçado ver que o hip hop / rap começou por ser uma música de revolução através da expressão dos problemas que os afro americanos passavam -- e agora o sonho de muitas crianças/adolescentes é de virem a ser tembém artistas famosos para sairem da pobreza e repressão de que são vítimas -- e depois, como se pode ver, tornam-se em simbolos do consumismo capitalista que, ironicamente, é responsável por criar a pobreza de que outrora foram vítimas. Vai ler as letras das suas músicas e eu garanto-te que não demora muito até encontrares uma musica que diga "eu era do gueto, mas agora olha pra mim no topo do mundo" blah blah blah.... Tudo isto só prova o facto de que são vítimas de uma lavagem cerebral e que o delírio de grandiosidade que possuem controla a sua existências -- e como tal são absolutamente incapazes de facilitar qualquer mudança no mundo.

Mais: A Paranoia Religiosa que é caracteristica do Rock Cristão e do Reggae, por exemplo.
O Rock Cristão é a essência da abdicação de Responsabilidade Própria.
O Reggae é pouco mais do que "fuma essa erva, confia em Jah!". Falam de amor mas não apresentam solução prática nenhuma. Dizem que não fazem parte do sistema e que o sistema é mau e que devemos de "queimar a babilónia" (Burn down Babylon) -- mas no entanto necessitam do próprio sistema para irem de um lado para darem concertos e estão dependentes da technologia que o próprio sistema também providência. Vai falar com qualquer artista reggae (ou fã) e vais ver que apesar de toda a boa vontade de criar um mundo melhor, não são capazes de dar nenhuma solução... Muito provavelmente irão dizer que "temos de começar por legalizar a erva" --- ridículo, pois nem eles sabem o que é que a erva realmente faz na mente... Talvez se parassem de fumar fossem capazes de fazer alguma diferença no mundo... Mas o que é interessante notar é que dirão exactamente o contrário -- tal é a lavagem cerebral.

Existem muito poucas musicas neste mundo que transmitem algo de valor. No entanto estas músicas raramente são ouvidas e muito menos entendidas.

SOLUÇÃO:

A solução é cada artista tomar responsabilidade pelas suas Paranoias, investigá-las e só depois fazer música -- caso contrário só irão continuar a contaminar as mentes dos ouvintes com as suas Paranoias.

Ouçam as minhas músicas para terem uma noção do que é que são musicas com verdadeiro valor -- pois elas transmitem o Valor que é a vida assim como expõe o abuso a que a Vida na terra está sujeita. Todas as músicas que tratam deste tema e trasmitem a solução da tomada de responsabilidade que cada um tem perante a sua mente através do alinhamento desta com a Realidade de Unidade e Igualdade são as únicas músicas de Valor que existem... E vai lá ver quantas músicas destas és capaz de encontrar...
O meu album "The MessAge" é um testamento a este Processo de Auto-Realização ao qual, eventualmente, todos irão dedicar o seu tempo e atenção de forma a descobrirem como cada um é na verdade uma vítima de uma lavagem cerebral milenar que tem definido o ser humano como um Ser Paranoico.
Fica a saber que tudo aquilo que no meu album te causar uma reacção é um indicador de uma Paranoia tua que te controla e define. A solução é perdoares-te até te tornares Um e Igual às Palavras, pois estão foram especificamente estruturadas de forma a transmitir uma mensagem pura, alinhada com aquilo que é Melhor Para Todos.


RECOMPENSA:


A recompensa será o aceleramento do Processo de Auto-Realização de cada um pois em vez de termos músicas que fomentam as Paranoias, temos músicas que nos estão constantemente a relembrar que a única coisa de valor neste Universo é a VIDA -- e se tu não fores VIDA, então, por permissão tua, és insignificante.

Torna-te Significante!
Torna-te um artista de Significância!

0 comentários:

Enviar um comentário

 
◄ Free Blogger Templates by The Blog Templates | Design by Pocket