31 de julho de 2013

Dia 222 - Pensamento: A Ferramenta da Criação (ou Destruição!)

31 de julho de 2013
techno tutor desteni technotutor perdao consciencia menteÉ deveras interessante considerarmos que sem o pensamento, quem PENSAMOS SER, não existiria.

O que é que é na verdade Pensar?
Pensar é uma ferramenta: É uma ferramente que nos é dada e possibilitada a utilização pelo cérebro.

Esta é a ferramenta  mais indevidamente usada pela humanidade -- pois fomo ensinados que quem nós somos é esta ferramenta! E cada um constroi a sua ferramenta (a sua forma de pensar) como bem lhe convém e depois diz "A minha ferramenta é melhor que a tua!" ou "a minha ferramenta é que está certa/correcta!"

Nós NÃO SOMOS a Ferramenta! Nós somos "aquele" que está por trás a controlar a ferramenta!

O actual estado do mundo é a utilização inapropriada desta ferramenta que é Pensar --- e a sua mal utilização provém da crença de que somos a ferramenta.

Como bem sabemos, qualquer ferramenta pode ser usada de uma forma adequada ou de uma forma inadequada --> que é o mesmo que dizer que se pode usar uma ferramenta da forma certa ou errada --> que é o mesmo que dizer que se pode usar uma ferramenta para o bem ou para o mal.

O estado destrutivo e abusivo do mundo é o resultado da utilização da ferramenta para o "mal".
Agora, a definição de "Mal" tem de ser bem clara se é que iremos algum dia utilizar a ferramenta devidamente. ("Devida-Mente"? --> a "mente" que "deve" --> a "mente" que "serve")

O "Mal" é aquilo que Não considera o TODO.
O "Bem" é aquilo que considera o TODO. O "Bem" é aquilo que É Melhor Para Todos. E neste contexto não existem opiniões nem ideias -- pois as opiniões e ideias não passam de "ferramentas" --- e as ferramentas (pensamentos) não são para se ter em conta -- só o que é real é que se têm em conta, e se uma ferramenta (pensamento) não está apta para o trabalho, então usa-se outra ferramenta (pensamento) para se obter um melhor resultado.
Aquilo que é Melhor Para Todos é UM FACTO Mensurável --- daí não haver a possibilidade de se discutir.

Nós não somos os Pensamentos (Ferramentas) -- nós somos o utilizadores da ferramentas.
O grande problema que temos é a nossa identificação com estes pensamentos: Um pensa ser um "martelo" outro pensa ser um "serrote" -- e depois quando é necessário aparafusar um parafuso cada um diz "Eu é que sei, faz-se assim" (martela-se) e o outro diz "não é nada, faz-se assim" (serra-se) e, obviamente, o resultado é desastroso...
É exactamente isto que se passa no mundo: Cada um puxa a brasa à sua sardinha --- em vez de TODOS puxarem a brasa à sardinha de TODOS = Utilizarem as várias ferramentas de forma a que Todos possamos "ter uma refeição".

Achas mesmo que és aquilo que pensas?
Achas mesmo que as memórias definem quem tu REALMENTE és?
Achas mesmo que os teus desejos são reais?
Achas mesmo que o ciúme é real?
Achas mesmo que o medo é real?
Achas mesmo que a ganância é real?
Achas mesmo que a inveja é real?

Porque é que te deixas ser controlado por estas "ferramentas"? (pensamentos)
Porque é que estás tão apegado a estas "ferramentas"?
Achas mesmo que perdes alguma em pores certas "ferramentas" de lado? Porque, se fores bem a ver, a maior parte das ferrramentas que usas só servem para "consertar" (justificar) outras "ferramentas" que tens!

Por exemplo:  A religião é uma "caixa de ferramentas" que te permite justificar a crença/ideia de que essa mesma "caixa" dá para todos os trabalhos e ofícios! Mas a verdade é que, claramente, essa caixa está cheia de ferramentas que só causam dano aos outros e ao próprio utilizador da caixa!

Tu não és essa caixa! Bem podes mandar tudo fora! Ou então abre a caixa e em honestidade propria pergunta-te: Quais são as ferramentas que aqui está que podem ser utilizadas para o "Bem" ---> e depois vais ver que, por exemplo, lá existe uma ferramenta que diz "faz aos outros aquilo que queres que te façam a ti". Ora, esta é uma óptima ferramenta!!!

Depois podes olhar para outra ferramenta que diz "Jesus morreu na cruz pelos teus pecados. Aceita Jesus como o teu salvador e terás entrada no reino de Deus" --> ora, esta ferramenta, se fores honesto contigo mesmo, é na verdade a total abdicação da Responsabilidade Própria! Porque implica que uma pessoa pode continuar a "pecar" e que basta uma pessoa "aceitar Jesus como o seu salvador" para se ter "uma vida eterna de felicidade" --> Esta ferramenta é muito perigosa!!! Não só para os outros (porque serão vítimas de abuso/pecado!) mas também para o próprio utilizador da ferramenta ao acreditar que quando morrer irá como por magia tornar-se uma pessoa "Pura" e sem "Pecado" --> quando a prova/evidência que deixou nesta Terra é exactamente o oposto! Isto é pura desonestidade própria! Que tipo de integridade existe nesta ferramenta? NENHUMA!!!

Aqui fica o desafio:
Repara bem na quantidade de ferramentas que tens que só servem para destruires a tua própria integridade assim como também magoam os outros. São tudo ferramentas de goa --> São tudo ferramentas do "Mal".

Vê-te LIVRE de todas as Ferramentas do "Mal" -- mantém só as Ferramentas que, ao serem transformadas em palavras e acções, irão criar um Mundo Melhor para Todos.



0 comentários:

Enviar um comentário

 
◄ Free Blogger Templates by The Blog Templates | Design by Pocket