17 de fevereiro de 2013

Fia 161 - A Harmonia como Solução

17 de fevereiro de 2013 0

Em termos musicais a Harmonia dá-se quando duas notas são produzidas simultaneamente e o seu resultado é um som "agradável" --> as duas notas completam-se, como se dançassem juntas ao ritmo da mesma batida.

Se considerarmos o actual sistema vemos claramente que este não possibilita que a Vida de muitas das partes que o constituem (as pessoas) seja "agradável" --> bem pelo contrário- estão constantemente sob tensão (mortal, em muitos casos)
Assim sendo se chega à conclusão que todo o sistema em si NÃO É Harmonioso mas sim Conflituoso.

Certos seres vivos coexistem em simbiose com outros seres vivos. A simbiose é, para quem não sabe, "uma relação mutualmente vantajosa, na qual, dois ou mais organismos diferentes são beneficiados por esta associação." (Wikipedia)
Como se pode ver, a Simbiose é uma forma de Harmonia.  "Bio", na palavra "Simbiose", quer dizer "Vida". Portanto,  Sim-BIOse quer dizer "Sim-à-Vida".
Logo, a Harmonia é tudo aquilo que permite a existência da Vida e a apoia.

TEMOS de CRIAR um Sistema Harmonioso. O actual sistema não passa de uma "Não-Biose".

O nosso corpo é também ele um sistema: com uma estrutura, com orgãos reguladores, com um centro de comando/controlo, com departamentos e compartimentos encarregues de tarefas espefíficas etc....
Se UMA das partes que constitui este sistema não se encontrar em Harmonia com o resto, todo o sistema irá sofrer.
Se o "centro de comando" - a mente - não estiver em Harmonia com o Físico (corpo) todo o sistema irá sofrer. Eu repito: Se a mente não funcionar de forma a que esteja em Harmonia com as necessidades do físico = o Sistema irá sofrer.

Portanto, neste processo de auto realização, é essencial que exista uma Harmonia entre "aquilo que se passa nas nossas mentes" e a realidade FÍSICA - porque se assim não for vai tudo "desafinar".

Se todos estivermos em Harmonia com o Físico, todos estaremos em Harmonia uns com os outros.
Se cada indivíduo existir em "harmonia" com as suas crenças, o seu paíss, a sua cultura, as sua religião, as suas ideias, as suas percepções, os seus sentimentos, as suas emoções, os seus pensamentos etc etc -- isso só irá causar conflito entre os vários indivíduos porque não existe um PRINCÍPIO de VIDA COMUM a Todos!

Não existe nada mais apropriado a criar harmonia com aquilo que é real (o Físico) do que estar em harmonia com a Respiração -- pois ao fazê-lo estamos a dar a nós mesmos a capacidade de criarmos harmonia a cada movimento, com cada palavra, com cada ação, em cada tarefa... Nada daquilo que se faz será em vão: Tudo será em nome Daquilo que É Melhor para Todos --> Uma realidade Física estável para Todos!




Dia 160 - Repressão e Suppressão: Origens, Consequências e Solução


Se olharmos para a história vemos que durante milhares de anos que andamos a reprimir povos e grupos de pessoas de forma a que estas se conformem de acordo com as regras/leis que lhes impomos.

A repressão é algo que nos é muito FAMILIAR -- pois têm origem na família: Os pais reprimem os filhos - porque? Porque os próprios pais reprimem-se a si mesmos através da religião --> e como resultado temos um mundo reprimido e em depressão emocinal e financeira.

RePrimir é como por um dedo na ferida --> por isso é que se diz "Re-Primir": Porque para além de já termos uma "ferida aberta" ainda fazemos pior ao "por lá o dedo".
Por exemplo: Podemos ter certos desejos sexuais. Lembremo-nos que o "Desejo" é um dos "sete pecados mortais... Como tal, estes "desejos" em si já são uma ferida, pois não passa de uma energia da mente, e ao permitirmos que esta energia/desejo exista só estamos a alimentar a mente e como tal não passamos de escravos. Quando reprimimos estes desejos adicionamos mais uma dimensão ao problema: O Julgamento! E como bem sabemos o "Julgamento" é mais um pecado.

Queria deixar claro o que é que "Pecado" significa: Não é nada que tem a haver com "Deus": "Se pecarmos seremos castigados por Deus" -- nao, nada disso! Pecar é simplesmente sermos desonestos connosco próprios. A Desonestidade Própria é a criação da dor e desconforto em nós mesmos que se manifesta através em certos "eventos" que APARENTEMENTE "acontecem" nas nossas "vidas".
A Desonestidade Própria é a "ferramenta" que usamos para CRIAR o nosso próprio sofrimento --> e isto é "PECADO"!

A Repressão é algo que que somos ensinados a fazer desde muito pequenos -- pois desde pequenos que temos de ser treinados (ensinados?) a nos comportarmos de forma a que a nossa "integração" na sociedade seja feita com sucesso.
Iste processo é tão bem feito que  acabamos por permitir que milhões de pessoas passem fome todos os dias, quando é obviamente claro que temos as capacidades e recursos para alimentar toda a gente.

Cada um de nós existe num constante estado de repressão (uns mais que outros, claro) - não o notamos simplesmente porque esta repressão é feita a um nível subconsciente, faz parte da nossa "personalidade" --> já é automático.
A repressão - assim como a supressão - quando é subconsciente só se vê fisicamente: nos olhos e na linguagem corporal. Quando a repressão/supressão é a este nível físico torna-se muito mais difícil pará-la --> pois o controlo ja está para além dos pensamentos, já faz parte da memória celular do corpo.

Eu próprio tenho andado a "batalhar" com este ponto da supressão/repressão: Como se housesse algo "dentro de mim" que não me permite "ser aquilo que eu quero" -- como se "quem eu sou" não é aquilo que eu escolhi, no entanto "não consigo ser/estar de forma diferente".

Só há uma forma de mudar isto: TOMAR uma DECISÃO e VIVÊ-LA. A repressão/supressão tem solução -- assim como existe uma solução que irá por um fim à repressão, supressão e opressão que o actual sistema causa --- mas para isso temos de DECIDIR mudá-lo! SIMPLES!



 
◄ Free Blogger Templates by The Blog Templates | Design by Pocket