11 de setembro de 2014

Metedologia da Criação: Tipos de Programas/Sistemas - Parte 4 - Dia 245

11 de setembro de 2014
desteni technotutor techno tutorVou neste blog aprofundar um pouco nos vários tipos de Programas da Mente que definem os nossos comportamentos e hábitos.

Como já foi anteriorment enunciado, os Programas da Mente são Sistemas que foram criádos pelo o próprio, e como tal têm um início, um desenvolvimento e um fim -- e este têm regras de funcionamento/código/gramática  que são definidas pelo valor dos simbolos, ou seja, pela definição das palavras.

As Palavras que constituem a nossa Linguagem são os Simbolos que utilizamos para escrever o código que define os Programas que correm constantemente na nossa mente subconsciente e que definem os nossos padrões de vida, comportamentos e hábitos.

Para fazermos as correcções necessárias na nossa Vida de forma a que a nossa Vivência esteja alinhada com o Princípio de Unidade e Igualdade temos de Identificar os Programas/Sistemas que definem a nossa ilusão/separação/polaridade de forma a que possamos investigar quais são os Simbolos (Palavras) cuja definição se encontra "CONTAMINADA" com uma carga energética (polaridade/pré-conceito/julgamento)

Vejamos um exemplo de um Programa/Sistema:

As Fobias são Programas/Sistemas cuja activação se dá quando o objecto/situação da fobia faz parte do ambiente da pessoa.

Por exemplo: Fobia a Ratos

--> Vejo o Rato (Princípio/Activação)
---> Sinto uma energia a surgir dentro de mim de medo e nojo (Meio/Desenvolvimento)
-----> Grito em histeria e sinto-me petrificado por um momento (Meio/Desenvolvimento)
------> Fujo dali para fora para evitar ver/contactar com o rato (Fim/Conclusão/Resultado)

Agora pergunto: Nesta situação, será que a pessa tem qualquer tipo de livre arbítio?
Claro que não. O programa foi activado e a partir desse momento a situação desenvolveu-se de uma forma que está pré-definida/codificada.

Qual é o Simbolo que está contaminado? É a palavra/imagem "Rato".
Que tipo de contaminação é que o Simbolo têm? Energia do medo/nojo.

Para esta pessoa o "Rato" não é simplesmente "um mamífero roedor". A palavra/imagem do "rato" é sinónimo da experiência energética de medo/nojo à qual a pessoa têm uma aversão -- ou seja, encontra-se "Separada de", em Polaridade/julgamento/pré-conceito. O "Pré-Conceito" é algo que foi "Préviamente Concebido/Conjurado" em separação/polaridade da definição real do Simbolo.

Se perguntares a uma pessoa que tem uma Fobia o porque é que a pessoa tem essa fobia, ela vai muito provávelmente dizer: "Porque tenho medo! É o que eu SINTO. Não consigo mudar. Nem sequer quero tentar mudar porque sei que não consigo"

Portanto, existe todo um número de camadas/dimensões de DESCULPAS e JUSTIFICAÇÕES que levam a pessoa a aceitar a fobia como sendo um elemento essêncial na definição da sua pessoa. Mas na verdade tudo isto não passa de um PROGRAMA/SISTEMA que é activado e nesse instante a pessoa perde total controlo sobre si mesma e aje de acordo com o código do programa.

Não tem de ser assim. É possível por um fim às fobias, aos medos, às ansiedades, ao stress, ao julgamento, à culpa, à vitimização, ao "eu não sou capaz", à procrastinação, à perguiça, à vergonha, à inveja, ao ciúme, à raiva, ao ódio, à ganância, ao vícios, às manipulações, às birras, às reacções, etc,...

Tudo isto são Programas da Mente que garantem que existamos em Separação da REALIDADE. Estes programas não passam de construções energéticas ilusórias  -- e como bem sabemos, todas as ilusões têm um FIM. Está na altura de pores um FIM às tuas ilusões para descobrires quem tu REALMENTE és como Vida, em Unidade e Igualdade com a Existência.


"You take the blue pill - the story ends, you wake up in your bed and believe whatever you want to believe. You take the red pill - you stay in Wonderland and I show you how deep the rabbit-hole goes."


Iusão?
ou
Realidade?

Lao Tsé:
“De dentro vem o que por fora se revela.” 


0 comentários:

Enviar um comentário

 
◄ Free Blogger Templates by The Blog Templates | Design by Pocket